Negócios sazonais e os desafios da baixa temporada

  • 24 de março de 2021
  • 0
  • 37 Views
Compartilhe:

Um dos maiores desafios para quem tem negócios sazonais – produtos e serviços que apresentam maior demanda em determinados períodos – é lidar com a chamada baixa temporada. E essa situação tem se agravado ainda mais devido à pandemia. Para manter a saúde financeira mesmo nesse período e em tempos tão atípicos, algumas das principais ações a serem tomadas por esses negócios são diversificar e proporcionar experiências diferenciadas, aponta a vhsys, empresa de tecnologia que desenvolve um sistema de gestão empresarial descomplicado para micro e pequenas empresas.

“Diversificar significa que o produto ou serviço carro-chefe não deve ser a única fonte de renda do negócio. Apostar em outras frentes, aquelas que passam despercebidas em outros momentos, ou buscar produtos novos que estejam alinhados com o seu negócio, é uma importante ação para que o negócio sazonal sobreviva ao longo de todo o ano. Já sobre a outra importante ação é fundamental que seu negócio esteja atento às mudanças que temos vivido e investir em atrações diferenciadas, como por exemplo, uma experiência voltada para os clientes de baixa temporada”, explica o CEO da vhsys, Reginaldo Stocco.

Aliadas a essas práticas, há outras ações que negócios sazonais podem adotar para conseguir se organizar financeiramente na baixa temporada:

Investimento em mídias sociais

Mais do que nunca, elas têm sido um dos sustentáculos dos negócios, ainda mais na pandemia. E o investimento em mídias sociais, como Instagram e Whatsapp, por exemplo, chega a ser até mais em conta se comparado a outros meios. Vender por meio delas, o chamado social commerce, e apostar em bons conteúdos são estratégias que mantêm sua marca na mente dos potenciais clientes e também a torna capaz de atrair clientes em todos os períodos do ano.

Delivery e drive-thru

Se o seu negócio ainda não faz delivery, é preciso repensar e fazer, pois a distância e isolamento ainda são necessários. Caso não haja suporte financeiro para isso, é possível redirecionar pessoas da própria equipe para fazer esse serviço. Além disso, dar a oportunidade para o cliente buscar em seu negócio ou com você, em horário determinado, o produto adquirido, é também uma boa ação.

Atendimento personalizado

Esse atendimento é voltado para que cada cliente tenha uma experiência personalizada, com suas solicitações atendidas de forma individual. Para que isso ocorra, é preciso observar seu público e realizar uma segmentação com mais detalhes para que se tenha um conhecimento mais aprofundado de cada cliente. Como exemplo desse atendimento personalizado, é possível implementar horários exclusivos para cada cliente, como os idosos, por exemplo, além de oferecer ofertas especiais.

Criar uma tradição

Criar e estabelecer uma nova tradição para que os clientes lembrem de seu negócio mesmo durante a baixa temporada é uma outra opção. Exemplos disso seria a criação de um festival gastronômico ou uma superpromoção sempre na mesma época, para que assim fique incorporado na cabeça do cliente o que seu negócio proporciona anualmente no mesmo período.

Reavaliação de despesas

Além dessas práticas para adotar na sazonalidade dos negócios, é necessário ter atenção com algumas despesas que podem ser avaliadas durante esse período mais crítico, como o aluguel de espaços e compras de materiais.