Especial Festival de Cinema de Gramado: Fernando Solanas recebe troféu Kikito de Cristal

  • 19 de agosto de 2015
  • 0
  • 31 Views
Compartilhe:

Não estivesse sendo pronunciado em espanhol, o discurso de Fernando “Pino” Solanas ao receber o troféu Kikito de Cristal, no último dia 14/08, na 43ª edição do Festival de Cinema de Gramado, poderia soar como uma repetição do que Zelito Viana havia dito na noite anterior.

Assim como o colega brasileiro, Pino agradeceu aos mestres do Cinema Novo “especialmente Glauber Rocha, Leon Hirszman e Joaquim Pedro de Andrade”, porém, incluiu na lista de influências que recebeu na carreia o próprio Zelito e o casal de produtores Lucy e Luiz Carlos Barreto, que entregaram o Kikito de Cristal ao realizador portenho.

 
 
43FestCinemaGramado06320

 
 

43FestCinemaGramado06934
 
 

43FestCinemaGramado06903
 
 

43FestCinemaGramado07044
 
 
43FestCinemaGramado07064
 
 
43FestCinemaGramado07105
 
 

“Foram pessoas que, junto comigo, buscaram ajudar a América Latina a se irmanar”, observou, para em seguida completar: “Me irmanei tanto que estou casado com uma brasileira há 23 anos”, brincou, referindo-se à esposa, Ângela Correa, que subiu ao palco com o marido.

 
 
Cinema político
 
 

Pino Solanas fez do cinema atuação política – da mesma maneira que seus companheiros brasileiros com obras como “Terra em Transe” – e, entre outros trabalhos, retratou ao ex-presidente argentino Juan Domingo Perón em dois filmes nos anos 70.

O material que coletou, na época, é tão vasto, que recentemente finalizou uma nova película a partir do seu arquivo.

“Tenho mais de 30 horas de entrevistas feitas com Perón, é um retrato revelador de seus planos”, observou o diretor em coletiva de imprensa realizada no final da tarde.

 
 
43FestCinemaGramado06563
 
 

O filme está quase finalizado, mas Solanas decidiu aguardar para fazer o lançamento depois das eleições que se celebram em seu país em outubro. “Senão, vai se resumir ao um ‘de que lado estás’ e a ideia não é essa”, justifica.

 
 

Opção pelo documentário

 
 

Embora tenha produzido obras ficcionais – ele fez inclusive musicais, como “Tango – O Exílio de Gardel” e sua continuação “Sul” – sua preferência atual recai sobre documentários. “Não tenho vontade de voltar à ficção”, admite.

 
 
43FestCinemaGramado06603
 
 

Diante dessa decisão, Solanas, que é senador da República Argentina com um mandato vinculado ao ideário de esquerda, tem produzido no cinema obras que se relacionam com os temas em que aborda no Congresso Nacional. Meio ambiente, a questão energética e infraestrutura foram pautas de recentes produções suas, sempre feitas com um olhar muito crítico à realidade.

A noite do dia 14/08 contou ainda com as presenças de Marcos Pasquim, Mariana Ximenes e Otávio Muller, entre outros.

 
 
43FestCinemaGramado06381
 
 

43FestCinemaGramado06676
 
 

43FestCinemaGramado06630
 
 

43FestCinemaGramado06726
 
 

43FestCinemaGramado07017
 
 

43FestCinemaGramado06832
 
 
 
Fotos: Cleiton Thiele, Edison Vara e Igor Pires/ Agência PressPhoto