Cozinha econômica: formas de reduzir o consumo do gás

  • 6 de abril de 2022
  • 0
  • 13 Views
Compartilhe:

Cozinhar em casa está pesando cada vez mais no bolso da família brasileira, com o preço médio do gás de cozinha ultrapassando R$ 100. Na equação do orçamento familiar, de acordo com pesquisa do Kantar, o botijão representa 22% dos gastos das classes D e E, e 17% da classe C.

Economizar é possível e, mais do que nunca, necessário. Não abrir o forno com frequência, atentar às panelas utilizadas, à limpeza do fogão e, até mesmo, à forma de cozinhar os alimentos podem colaborar com cerca de 20% de economia no consumo de gás.

Confira abaixo essas e outras dicas que o Chama, marketplace de delivery de gás de cozinha, reuniu para os consumidores:

Macarrão sem gás
Macarrão é um prato popular que pode ser grande aliado na hora de economizar o gás. Basta colocar a água para esquentar e, assim que ferver, adicionar o sal e a massa. Logo após, desligue o fogo e tampe a panela, deixando cozinhar durante o tempo necessário escrito na embalagem.

Explore novos preparos
Para otimizar o tempo de uso do fogão, descubra truques que podem ser úteis na hora de economizar. É possível usar a mesma panela para duas preparações, ao mesmo tempo, por exemplo. Com um escorredor de metal ou uma cesta para cozimento a vapor, você pode ferver algo na panela enquanto cozinha outro ingrediente na parte de cima.

Em receitas no forno, distribua os alimentos de maneira adequada na forma. Se os ingredientes tiverem um bom espaço entre si, o calor pode circular entre os pedaços e a comida vai ficar pronta mais rápido – isso vale também para o tamanho dos alimentos: seja carne, frango ou vegetais, quanto menor os pedaços cortados, menos tempo na panela até ficarem prontos.

Deixar grãos e leguminosas de molho diminui o tempo de cozimento
Alguns ingredientes, quando deixados de molho antes do cozimento, ficam mais macios e exigem tempo menor no fogo. Com as leguminosas, como o feijão e o grão-de-bico, o processo também é muito recomendado para diminuir os gases após o consumo e eliminar os antinutrientes que tiram seu potencial nutritivo.

Planeje o uso do forno (e refeições)
Se for fazer pratos que necessitem da mesma temperatura, planeje-se para levá-los juntos ao forno, economizando tempo e gás. O mesmo acontece com o cardápio, já que ao deixar os pratos prontos de uma vez só, não será necessário cozinhar todo dia, evitando ter que usar o gás a todo momento.

O material da panela faz diferença
Fique atento! Panelas feitas de cerâmica, ferro, inox ou de fundo duplo retêm mais calor e acabarão acelerando o tempo de cozimento dos alimentos.