Susana Vieira estrela “Uma Shirley Qualquer”

  • 15 de novembro de 2016
  • 0
  • 34 Views
Compartilhe:

Susana Vieira chega a Campinas com o espetáculo “Uma Shirley Qualquer”, em cartaz no Teatro Iguatemi, de 18 a 20/11.

A peça – o premiado monólogo inglês Shirley Valentine, de Willy Russel – é trazida ao interior de SP pela Brain e Teatro GT, em nova versão brasileira de Miguel Falabella.

Shirley Valentim é uma mulher casada, mãe de dois filhos, que divide suas angústias com a parede, sua companheira de todas as horas. Ela busca entender aonde foram parar seus sonhos, o que aconteceu com sua vida.

Quando surge uma oportunidade de conhecer a Grécia com sua melhor amiga, sem a família, Shirley decide embarcar nessa viagem, uma jornada ao encontro do seu verdadeiro eu. Esse tema universal conquistou plateias do mundo inteiro desde sua estreia, em 1986.

A versão original foi um sucesso imediato quando estreou em Londres, sendo agraciado com o Laurence Olivier Awards de melhor comédia e melhor atriz (Pauline Collins). Em 1989, entrou em cartaz na Broadway e Pauline Collins venceu o Tony. Nesse mesmo ano, estreou a versão cinematográfica, também com Pauline Collins, indicada ao Oscar e Globo de Ouro e vencedora do Bafta.

 
 
sv1

 
 

Na peça, Shirley está cansada da indiferença do marido, Joel, cuja principal preocupação é saber se terá carne no jantar. Os filhos Milandra e Jorge cresceram e só se lembram da mãe na hora dos problemas. Quando sua melhor amiga, Wanda, a presenteia com uma viagem para a Grécia, Shirley cria coragem e embarca escondida de Joel. É um voo rumo à liberdade, à possibilidade de reencontro com a menina sonhadora e cheia de vida que Shirley foi um dia. O texto fala do ser humano, daquele instante em que se percebe que o tempo passou e a vida ficou parada em alguma esquina. E mostra que nunca é tarde para recomeçar.

 
 

sv2
 
 

Susana Vieira apaixonou-se pela peça à primeira leitura. “Quando Miguel me entregou o texto, fiquei encantada, fascinada pelo humor da personagem, pela força e coragem que ela tem de ir atrás da felicidade. Shirley vai à luta. Todas nós mulheres temos várias coisas dela, por mais diferentes que possamos ser”, afirma a atriz. Apesar da dureza da vida, Shirley jamais perde o bom humor. E tem a parede e a plateia como seus confidentes. “É um monólogo, mas não me vejo sozinha em cena, seremos o público e eu”, celebra.

O texto passeia pela comédia com muita sutileza, gerando uma identificação imediata do público. O original de Willy Russel, assim como a versão de Falabella, traz um olhar afetivo sobre o ser humano e as relações familiares, com uma abordagem longe de estereótipos, com personagens cheios de verdade e sede de vida, que levam o espectador da gargalhada ao nó no peito em segundos. “O humor é a forma mais verdadeira e humana de chegar ao coração das pessoas”, exalta Falabella.

A parceria entre a atriz e Miguel tem uma longa história e rendeu um dos maiores sucessos do teatro brasileiro, ‘A Partilha’ (de 1990), que gerou uma bem-sucedida continuação: ‘A Vida Passa’. “Eu e Susana tivemos um encontro de vida e estamos sempre juntos, é uma festa”, vibra Falabella. “A minha vida artística se divide antes e depois dele. Tenho uma carreira muito feliz, mas, fazendo ‘A Partilha’, ele nos uniu para sempre. É um prazer imenso, porque ele é um grande diretor, que tira o que o ator tem de melhor. E, como somos dois comediantes, damos risada de tudo o tempo todo. Temos o mesmo tempo de comédia. Somos amigos para sempre”, festeja Susana.

 
 
sv33
 
 
Sobre a Teatro GT:
 
 

Em 2016, a TeatroGT comemora 10 anos e já pode ser considerada uma das maiores produtoras de entretenimento cultural do país; A produtora que começou na cidade de Indaiatuba, fundada pelos empreendedores Graça Mota e Thonny Piassa, foi ganhando os palcos da região de Campinas aos poucos, chegando a turnês bem-sucedidas por todo brasil. Em 2013, a produtora se transforma na Teatro dos Grandes Talentos (Teatrogt), com a chegada de Douglas Nascimento para sociedade, trazendo mais crescimento ainda. A partir disso, passa a produzir grandes musicais, antes vistos somente em São Paulo.

Mais de 500 mil espectadores, mais de 50 cidades do interior de São Paulo e outras 40 cidades pelo país tiveram uma produção assinada pelo trio GT. Atualmente, representa mais de 100 diferentes espetáculos e mantém parceria com as principais produtoras executivas do Brasil. Comprometida em produzir uma agenda diversificada para todos os públicos e gostos, soma mais de 150 diferentes atrações por ano.

 
 

A peça acontece na sexta-feira (18) e sábado (19) às 21h e no domingo (20) às 19h

 
 

A Teatro GT traz ainda ao Teatro Iguatemi espetáculos nos dias 25, 26 e 27/11:

 

25/nov   Dilma Duchefe – Carioca – 21h

26/nov   No Gogó do Paulinho, com Paulinho Gogó – 19h

27/nov   Abba – 19h

 
 
 

Fotos: Divulgação