Teatro infantil: Tarzan estreia no Teatro Amil

  • 8 de maio de 2013
  • 0
  • 34 Views
Compartilhe:

tarzan-290Tarzan, clássico centenário de Edgar Rice Burroughs, ganha adaptação para o teatro pela companhia Marquesa de Teatro, até 30 de maio, no Teatro Amil. A peça acontece aos sábados e domingos, às 16h.

A história sobre o menino adotado por uma mãe gorila é dinâmica, com cenas curtas maternais, românticas e de muita aventura. O elenco tem experiência em Le Parkour (mistura de dança e esporte) e kung fu para imitar os movimentos dos animais, com mais agilidade, e chegar mais próximo ao caminhar dos gorilas.

Crescendo na companhia da espertalhona gorila Terk (Loren Louro), que o adota como filho mesmo contra a vontade do companheiro e líder do bando, Kerchak (Matheus Rodrigues), Tarzan desenvolve os instintos e a agilidade de um animal selvagem. Tudo corre tranquilo até a chegada dos pesquisadores, Jane (Hellen Vasconcelos) e Clayton (Ronney Thiago), que vão à selva para conhecer a vida dos gorilas.
A mocinha fica encantada por Tarzan e desperta nele seu lado humano. O contato com a civilização mexe com o coração e com a vida do personagem. “Um dos pontos altos da encenação são as acrobacias e as músicas; usamos a trilha do desenho da Disney. A minha maior preocupação ao dirigir foi colocar em cena atores imitando bichos sem parecer falso”, diz Alexandre Biondi.
Dois atores interpretam o papel-título: Diego Moreira dá vida ao personagem quando jovem e Gustavo Vierling faz um Tarzan já adulto, que terá de escolher entre uma vida civilizada ao lado de Jane e uma existência selvagem, livre.
A peça traz muitas aventuras e emociona a plateia. “Tarzan é uma das mais belas histórias para adaptar para o teatro infantil, por mostrar como o amor supera as barreiras, e que mãe não é quem o coloca no mundo, mas quem o escolhe para criar como seu. É emocionante e cheia de aventura”, conta o diretor.
O cenário reproduz uma floresta. Do alto, pendem tecidos que fazem às vezes de cipós, usados por Tarzan para se movimentar. A luz é recortada e colorida.
A montagem estreou em São Paulo em agosto de 2012, passou por São José dos Campos, e fez temporada em janeiro e fevereiro na Capital.
Imagem: Divulgação