Livro digital O elefante cor-de-rosa busca leitura inclusiva

  • 22 de novembro de 2013
  • 0
  • 40 Views
Compartilhe:

Ler para uma criança e criar formas de estimular o hábito da leitura, de modo a torná-lo uma atividade prazerosa e acessível a todos são ações que contribuem para transformar o mundo. Neste dia 22/11, um importante passo em prol da literatura infantil inclusiva será dado. O livro digital O elefante cor-de-rosa estará disponível no site www.minhashistorinhas.art.br para ser impresso total ou parcialmente, de forma inteiramente gratuita.

A obra, de autoria de Lísias Nogueira Castilho, Paulo Branco e Su Lopes, será lançada oficialmente no dia 23/11, às 15h, no salão social da Igreja Presbiteriana do Jardim Guanabara (Rua Barbosa da Cunha, 562/580), em Campinas, com apresentação de palhaço, mágico e contador de histórias.

 
 

455666
 
 

O livro

 
 

O livro elefante cor-de-rosa é composto de 14 histórias em forma de texto, com mais de uma dezena de ilustrações e conta também com o recurso de locução. A obra foi elaborada para o público com idade entre cinco e 12 anos e, por contar com a opção em áudio, promove a inclusão das crianças com deficiência visual. Além da história, que remete a uma viagem no mundo da fantasia, O elefante cor-de-rosa traz uma sessão muito divertida de figuras de bichos para colorir com o mouse ou para imprimir e desenhar.

De acordo com Lísias Nogueira Castilho, a obra não tem fins lucrativos. Os três autores têm como objetivo incentivo o hábito da leitura, tão importante para a formação cultural das crianças e para o estímulo à imaginação. O projeto conta com apoio do Instituto do Radium e de diversas entidades que desenvolvem trabalhos voltados para as crianças, como a Fundação FEAC, a ONG Hospitalhaços, a Associação Griots, a Sobrapar, o SOS, o Crami, a Igreja Presbiteriana do Jardim Guanabara, entre outros.

 
 
Sobre os autores
 
 
Texto: Lisias Castilho é médico urologista, professor livre-docente da Faculdade de Medicina da USP, diretor do Instituto do Radium de Campinas. Saiba mais sobre o autor em: www.momentosaude.com.br e Currículo Lattes.

Ilustração: Paulo Branco é campineiro e leciona, há quase 30 anos, técnicas de desenho e pintura, orientando seus alunos. Atualmente divide seu tempo dando aulas na escola de desenho Pandora e fazendo caricaturas em eventos. Saiba mais do autor em http://paulo-branco.blogspot.com.br.

Locução: Suely Lopes é contadora de histórias há 10 anos, palestrante na área de humanização, voluntária na ONG Griots – Os contadores de histórias. Saiba mais da ONG em www.griots.org.br.

 
 

Imagem: Divulgação