Galleria Shopping recebe exposição fotográfica “Mulheres do Mundo”

  • 2 de março de 2017
  • 0
  • 10 Views
Compartilhe:

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher e em mais uma ação de incentivo à arte e à cultura, o Galleria Shopping, em Campinas, recebe até 31 de março a exposição fotográfica “Mulheres do Mundo”. A mostra é composta por 35 imagens de mulheres fotografadas pelo renomado profissional Érico Hiller durante dez anos, em diferentes países com culturas distintas.

A exposição pode ser visitada gratuitamente na praça de eventos do primeiro piso do shopping, em frente à Livraria da Vila, de segunda a sábado das 10h às 22h e aos domingos, das 14h às 20h.

Impactantes, as fotos mostram, de acordo com Hiller, um pouco das faces, dilemas e dificuldades que as mulheres passam em vários países. Ele explica que desde 2002, quando começou a fotografar, sua alma se dilacerava ao imaginar tudo o que as mulheres viviam mundo afora.

“Documentei a mutilação genital na África, ouvi todos os relatos possíveis de violência doméstica e até ataques com ácido. A pobreza e as doenças transmissíveis assolam mais as mulheres do que homens no mundo todo, sobretudo em situações de refugiados, epidemias e guerras”, diz.

Na opinião do fotógrafo, as mulheres cruzam um momento histórico na jornada humana, migrando de desespero absoluto à conquista da dignidade.

 
 
mulheres2
 
 

“Para nós é uma honra poder homenagear as mulheres com um trabalho de tamanha sensibilidade, que com certeza irá emocionar nossos clientes”, afirma o gerente geral do Galleria, Francisco Finocchiaro. Ele ressalta que a realização da mostra reforça a política do shopping de atuar como um incentivador cultural.

Formado em comunicação social e pós-graduado em fotografia, Érico Hiller tem atuado como fotógrafo documental independente há 11 anos, colaborando para publicações como National Geographic Brasil, Casa Vogue e Marie Claire. Seus projetos de exposições e livros sempre apresentam temáticas humanitárias. Atualmente, dedica-se ao estudo de assuntos ligados a gênero e à tragédia da violência contra a mulher.

 
 
 
Imagem: Divulgação