Exposição “Brasil Tropical” acontece em Joaquim Egídio

  • 17 de abril de 2014
  • 0
  • 28 Views
Compartilhe:

Paisagens abstratas e realistas da natureza transpostas em obras de artes com cores fortes e vibrantes. É com esta proposta que a artista plástica nascida em Ribeirão Preto e há 40 anos radicada em Campinas, Marina Bufarah, expressa suas emoções em quadros que agora serão apresentados na exposição “Brasil Tropical”. A mostra acontece a partir do dia 24 de abril a 03 de maio no Vila Paraíso Restaurante, no Distrito de Joaquim Egídio. Ao todo, o público terá a oportunidade de conhecer e apreciar 13 obras. O coquetel de abertura será no dia 24, a partir das 19h e a mostra segue de quinta a domingo, a partir das 11h.
 
 

209933

 
 

“O meu encontro com a arte é marcado pelo fascínio com formas e cores. Muitas vezes ligado à realidade e sempre com um olhar voltado à natureza”, diz Marina, que escolheu a casa para esta exposição pelos elementos que a une ao restaurante: o campo e a culinária brasileira, o que considera uma combinação perfeita para este casamento da arte com a gastronomia, onde ambos levam as pessoas a uma viagem no tempo.

A paixão de Marina pela arte começou muito cedo. “Desde criança demonstrava interesse por desenhos e, ao mesmo tempo, era apaixonada pelas coisas que constituem nosso universo, especialmente as plantas e flores. Tenho com influência as lembranças da minha infância, onde vivi rodeadas por inesquecíveis belezas naturais”, acrescenta a artista.

Marina se intitula uma artista autodidata, não tendo uma formação acadêmica volta para as artes plásticas. “Porém, me atualizado através de cursos constantes”, diz. Em seus trabalhos, ela utiliza técnicas como desenho no grafite, principalmente nos retratos, pintura a pastel, pintura acrílica, lápis de cor e aquarela. “Mas o que realmente me dá prazer neste mundo das artes é a pintura a óleo pelo brilho das cores, pela durabilidade da obra e pela grande versatilidade na sua aplicação”.

O Vila Paraíso Restaurante localiza-se à Avenida Dr. Heitor Penteado, 1.716.
 
 

Imagem: Divulgação