“Ele, Ela, os Outros” acontece em Campinas

  • 6 de outubro de 2013
  • 0
  • 28 Views
Compartilhe:

Doze crônicas selecionadas da obra “Histórias Brasileiras de Verão”, de Luis Fernando Verissimo, ganham adaptação inédita para os palcos. Sob a direção de Andréa Bassitt, “Ele, Ela, os Outros” estreia nacionalmente no dia 09/10 no Teatro Amil, em Campinas, com sessões quartas e quintas, às 21h.

Os atores Amanda Mendes e Rodrigo Frampton vivem relações cotidianas de maneira divertida e apimentada. Seus personagens passam por diferentes fases do amor: do conhecimento ao rompimento; da paixão ao desgaste pelo cotidiano.

 
 
02899333
 
 

Um exemplo é a cena em que um casal com filhos pequenos tenta fazer amor em casa, enquanto todos estão fora. Ele quer um lugar diferente, ela a já conhecida cama. Acabam desistindo indo cada um para o seu canto. Ela para a cozinha, ele para a TV. “A cena é ágil, tem humor e resume com leveza uma situação comum entre os casais que estão juntos há algum tempo”, fala Amanda Mendes, responsável pela adaptação do texto em parceria com o jornalista Leonardo Neto.

Em tom de ironia e com energia tipicamente juvenil, os intérpretes contam histórias que se desenrolam na sala de casa ou em bailes de Carnaval. O espetáculo é uma colagem de crônicas sobre encontros e desencontros amorosos com unidade: o texto “Bandeira Branca” abre e finaliza a peça. “A direção privilegia o jogo dos atores, a brincadeira, a leveza do Carnaval”, diz a diretora Andréa Bassitt.

A trilha sonora mescla inserções da marcha-rancho “Bandeira Branca” (Max Nunes e Laércio Alves), com músicas compostas por Roberto Lazzarini especialmente para a montagem. Fábio Namatame assina os figurinos.

O cenário, de Chris Aizner, usa pequenos painéis móveis que se transformam em porta, janelas, cama, sofá, situando a cena em diferentes espaços desde um apartamento até uma jaula de circo. Em 2014, o espetáculo será encenado em São Paulo, no Teatro Folha, entre janeiro e fevereiro.

A montagem segue até 14/11, com ingressos nos valores de R$ 10 (setor 2) e R$ 20 (setor 1).

 
 
Foto: Gabriel Felsberg