Como trabalhar com Apps de delivery em cinco dicas

  • 28 de agosto de 2020
  • 0
  • 4 Views
Compartilhe:

Com a pandemia do Covid-19, os comércios começaram a apostar na tecnologia para continuar vendendo e lucrando. Neste contexto, bares e restaurantes encontraram uma alternativa rentável em Apps de delivery.

Com a migração em massa de diversos bares e restaurantes para os Apps, como fazer para se destacar? Apesar da grande concorrência, existem maneiras de se sobressair. Por isso, o especialista em consultoria, gestão e transformação digital para restaurantes, Fernando Volkmann, preparou algumas dicas para ajudar os donos de estabelecimentos alimentícios a vender mais nesses Apps.

Confira abaixo:

1 – Trabalhar a imagem dos produtos é essencial

A imagem de seus produtos, nesse caso dos pratos que serve no restaurante, é o que abre o apetite e chama a atenção do consumidor. São essas imagens que vão fazer com o que seu estabelecimento se destaque à frente da concorrência. Mas não é só isso, é necessário dar atenção também ao cardápio e até mesmo aos ingredientes, por muitas vezes um molho caseiro, por exemplo, pode ser o grande trunfo do restaurante para angariar mais um cliente.

“Ter boas fotos dos pratos é o básico para qualquer restaurante que quer vender mais nos Apps. Vale a pena gastar um pouco mais com um fotógrafo profissional especializado em gastronomia para fazer essas fotos. Além disso, lembre-se sempre que as descrições do cardápio, pratos e seus ingredientes também têm grande relevância. Elas precisam ser convidativas e objetivas, mas sem informações em excesso para não perder a atenção do público”, explica Fernando.

“Ainda no campo da comunicação, outra dica valiosa é caprichar nas embalagens de seu produto. Lembre-se que as embalagens são sua comunicação primordial com o cliente. Uma embalagem personalizada ajuda a fugir do comum e pode fidelizar de vez a pessoa que fez o pedido”, conclui o especialista.

2 – Sempre diga a verdade sobre o tempo de espera

Aplicativos de delivery sempre mostram o tempo que o restaurante vai levar para entregar o pedido. É fundamental que o estabelecimento não minta no prazo. Por exemplo, se o prato vai demorar 20 minutos para ficar pronto e do restaurante para o local do cliente você calcula mais 20 minutos, não diga que o pedido vai chegar em 40 minutos. Trabalhar com mais tempo é outra preciosa dica do especialista Fernando Volkmann.

“Os usuários de Apps como iFood, sempre estão buscando novos restaurantes, além dos tradicionais e já conhecidos. Por muitas vezes é o delivery que vai apresentar o estabelecimento ao novo cliente. Ou seja, é indispensável trabalhar com uma margem maior de tempo para a entrega, até mesmo para trabalhar melhor a expectativa do cliente. Sendo realista e garantindo uma entrega rápida, mas com segurança você pode garantir uma boa experiência ao consumidor”, avalia o especialista. “Trabalhar com uma margem de entrega maior pode angariar pontos já que os melhores restaurantes ficam abaixo de 10% no percentual de atrasos”, completa.

 

Unsplash

 

3 – Promoções são sempre uma boa opção

Era normal até pouco tempo atrás vermos bares e restaurantes nas ruas com faixas anunciando promoções e, se isso é uma boa pedida para o ambiente físico, também é uma ótima opção para o online, nos aplicativos. O próprio iFood gera uma grande visibilidade e pode impulsionar as vendas do seu restaurante.

“A dica aqui é sempre realizar promoções com frequência, inovar nas campanhas, mas também apostar nas tradicionais como: combos, descontos e frete grátis, por exemplo. Além de outras promoções personalizadas do tipo ‘Compre um lanche e ganhe 1 refrigerante’. Promoções assim sempre chamam a atenção dos consumidores e geram mais visibilidade ao seu estabelecimento”, afirma Fernando.

4 – Fique atento aos comentários e feedbacks

É horrível quando falamos com alguém e somos ignorados, não é mesmo? Imagine então deixar seus clientes sem resposta. É necessário dedicar um tempo para responder os comentários no App. Seja aberto às novas opiniões e ideias, a grande sacada é ter esses comentários como aliados para te ajudar a melhorar o atendimento e vender mais.

“É de fundamental importância sempre responder os comentários e sugestões de seus clientes. Isso conta muito dentro desses Apps e também muitos dos clientes antes de realizar uma compra buscam analisar a nota e os comentários deixados por outros consumidores do local. Sendo assim, você está diante de uma excelente oportunidade para demonstrar a preocupação do restaurante com a satisfação dos clientes”, pontua. “Responda cada comentário de forma cordial e respeitosa, seja ele positivo ou negativo. Saiba agradecer a todos os comentários, mesmo aqueles que possam ser uma reclamação, procure sempre melhorar a cada dia. Lembre-se quanto melhor a avaliação dos clientes, maiores as vendas”, diz Fernando.

5 – Seja um Super Restaurante

Essa dica é válida somente para o iFood. Para se tornar um Super Restaurante é necessário cumprir alguns requisitos como: boa avaliação dos clientes, um baixo percentual de cancelamentos e atrasos e determinada quantidade de pedidos atendidos que correspondem a 600 pedidos em 90 dias.

“Ser um Super Restaurante no iFood te garante diversos benefícios. Além das já citadas, as vantagens incluem: descontos no Google Ads, fotos profissionais, bag e mochila para entregador, destaque na posição da lista de restaurantes e certificado de desempenho. Os estabelecimentos classificados nessa categoria também conseguem cupons de desconto para o iFood Shop, espécie de mercado que funciona para os parceiros do app”, explica Fernando.

Não sabe por onde começar para ser um Super Restaurante? O especialista Fernando Volkamann dá o recado: “Seguir todas essas dicas já é um grande passo para vender mais e consequentemente se tornar um Super Restaurante”, finaliza.