Como organizar a mala de viagem

  • 19 de maio de 2022
  • 0
  • 12 Views
Compartilhe:

Arrumar as malas para as férias não é uma tarefa fácil. Escolher as peças, organizar da maneira correta e ainda prestar atenção no tamanho da bagagem para não pagar nenhuma taxa no aeroporto. Para facilitar a vida do viajante, Marlene Oliveira, gerente de desenvolvimento da Lansay, fabricante nacional de malas de viagens, separou cinco dicas sobre como arrumar a bagagem perfeita para férias inesquecíveis.

O primeiro passo é saber o destino: Destino e clima do local podem definir modelos diferentes de malas. Definido o destino, é fazer a escolha das roupas, sapatos, acessórios e itens de higiene pessoal. O ideal é pensar nos looks tentando ao máximo coordenar as peças, afinal carregar excesso de peso, além do transtorno, hoje pode custar caro. Vale lembrar quantas vezes retornamos das viagens com montes de roupas que não usamos. Dê preferência à peças de tecidos leves, stretch, microfibras ou tecidos sintéticos, que não amassam com facilidade, mas se a roupa amassou e você não tem como passar, pendure em um cabide e coloque no banheiro na hora de tomar um banho quente. O vapor vai ajudar a desamassar o tecido.

Escolhendo a mala certa: Vai viajar de avião, vai fazer um cruzeiro de navio? O meio de transporte e o tipo de passagem ou pacote de viagem adquirido pode mudar o tamanho de mala que pode ser levada. Na hora da compra escolha o tamanho adequado para o que escolheu levar, pensando no que é permitido e no valor da bagagem despachada, caso haja cobrança da mala. Para viagens aéreas, a ANAC tem algumas regras. A bordo é permitido levar, sem custo, uma mala que pese no máximo 10 KG e tenha as medidas: 55cm de altura X 35cm de largura X 25cm de profundidade, incluindo rodas e alças. Além disso você pode levar uma peça extra que caiba embaixo do banco, pode ser uma bolsa, mochila, sacola ou frasqueira. Para despachar a sua mala pode ser tamanho grande ou médio, desde que não ultrapasse 23 Kg, somados conteúdo e peso da mala.

Escolhido o tamanho, não abra mão da qualidade pelo preço: Nada mais desagradável do que ter problemas com sua mala, especialmente num momento de lazer. Observe o material, a estrutura, se é reforçada, avalie se vai transportar seus pertences com segurança. Prefira o sistema de rodas com giro 360º e verifique se giram com facilidade. Observe ainda se as alças e os puxadores são resistentes e confortáveis. As malas com cadeado TSA permitem que a fiscalização da maioria dos aeroportos fiscalize sua mala sem violar o zíper.

 

Divulgação

 

Cada peça em seu lugar: Roupas íntimas e meias devem ser separadas, caso não tenha organizadores, pode ser um saquinho plástico. Para os sapatos a recomendação é colocar em sacos plásticos para que não entrem em contato direto com as roupas. Roupas que amassam devem ir por cima e as peças mais pesadas no fundo. As dobras são o grande segredo da boa arrumação. Procure dobrar as calças e peças que amassam o mínimo possível. Enrole e dobre mais as que não amassam de forma que aproveite bem todos os espaços vazios.

Peças que complementam as malas:  Os necessaires e organizadores de malas são ótimos aliados no momento da arrumação. Muitas vezes precisamos daquele espaço a mais ou de separar coisas mais delicadas ou para colocarmos aqueles documentos ou objetos que queremos ter a mão. Mochilas e sacolas também são grandes aliados. São menores que uma mala e podem ser levados junto ao corpo.

Dicas de segurança: Documentos, dinheiro, joias e máquinas fotográficas vão na bolsa de mão ou mochila nas costas, nunca na mala. Em tempos de pandemia, não esqueça de ter sempre álcool em gel e algumas opções de máscaras de proteção para trocar durante a viagem. Além disso verifique as regras locais para a entrada.