Maskne: combatendo a acne trazida pela máscara

  • 6 de maio de 2021
  • 0
  • 50 Views
Compartilhe:

Desde o início da pandemia, muitas pessoas têm relatado aparecimento ou aumento de acne. A mudança de hábitos alimentares e o estresse causado pelas alterações no cotidiano sāo algumas das causas desse fenômeno. No entanto, outro fator determinante apontado como um dos principais contribuintes para o aparecimento de espinhas é o uso constante de máscara de proteção. A ocorrência ficou conhecida como Maskne, junção da palavra inglesa mask (máscara) com acne.

“A máscara aumenta a umidade e oleosidade da região coberta, tornando a pele mais sensível ao atrito com o tecido, causando irritação, inflamação e obstruindo os poros. Esse cenário pode contribuir para o aparecimento e piora de acne, cravos e algumas doenças dermatológicas como a rosácea, por exemplo. Algo que pode piorar essa irritação é usar maquiagem debaixo da máscara, o que obstrui mais os poros, dificultando a respiração da pele”, explica a dermatologista Dra. Rossana Vasconcelos.

Para tratar esse quadro é necessário reforçar os cuidados com a pele, adotando uma rotina de skincare mais intensa com produtos voltados para a prevenção e tratamento de acne. Se a acne é intensa, o tratamento em consultório é o mais indicado para resultados satisfatórios.

Entre os cuidados indicados para o dia a dia, estão: manter o rosto limpo e hidratado, usar protetor solar, redobrar a atenção quanto ao uso de maquiagem e, por fim, escolher bem a sua máscara, optando por materiais macios.