Como deixar a casa mais aquecida no inverno

  • 4 de agosto de 2021
  • 0
  • 18 Views
Compartilhe:

Em uma intensa onda de frio, o ideal é ter ambientes quentes e seguros para se abrigar. Mas, você sabia que o principal motivo para a queda de temperatura na parte interna de casa se dá por um efeito da física? A explicação é simples: esse efeito mostra que a temperatura de um espaço interno é resultado do balanço de ganhos e perdas de calor, ou seja, mesmo com os termômetros do lado de fora gelados é possível acumular calor dentro de casa.

Hoje existem diversos sistemas de aquecimento que ajudam a aumentar a temperatura dentro de uma casa, mas todos precisam ser planejados com antecedência. Segundo a arquiteta da construtora, Andressa Bassinelli, nesses casos, o ideal é investir em revestimentos que aumentam o conforto térmico, como pisos de madeira, laminados ou vinílicos. “Além disso, paredes, telhados e forros específicos também colaboram para isolar as temperaturas frias. O uso de aquecedores, lareiras e fogões a lenha também são outras boas opções. Lembrando que existem equipamentos como lareiras ecológicas que não exigem infraestruturas específicas para instalação e podem ser compradas e usadas de imediato, sem necessidade de instalações próprias. Mas antes da compra, verifique a metragem do ambiente no qual será colocada para dimensionamento correto do equipamento e para que sejam eficientes no aquecimento”, observa.

Veja dicas fáceis e rápidas do Grupo A. Yoshii para serem aplicadas em qualquer casa ou apartamento e que colaboram para o isolamento térmico:

1ª – Deixe o sol entrar

Voltamos para a lei da física. Como levar calor para dentro de casa se fora os termômetros registram baixas temperaturas? “Aqui, a dica de ouro é acumular o máximo de energia. O efeito de calor que sentimos é derivado da radiação infravermelha dos raios solares. Portanto, aproveite a luz solar durante o dia deixando vidros e janelas semiabertos para que o calor entre na casa e o ar circule. No fim do dia, feche tudo e aposte nas cortinas para evitar a troca térmica inversa que vem de fora”, explica.

2ª – Vede janelas e portas

Mas, e como manter esse calor dentro de casa durante a noite? Primeiro, você deve observar por onde sua casa está perdendo calor. “Verifique portas, frestas de janelas, chaminés, churrasqueira, forros e veja se existe alguma corrente de ar nesses pontos. Então, procure vedar todos eles para evitar que o ar frio entre na casa”, indica a arquiteta.

3ª – Desencoste móveis de permanência de paredes externas

Isolar as paredes externas da casa é outra dica importante. “Durante a madrugada, elas passam a ficar mais geladas devido à umidade relativa do ar que é absorvida, por isso, colocar alguns obstáculos como espelhos ou móveis de madeira ajudam a reduzir esse contato com a parede gelada. Além disso, se móveis de permanência como sofás e camas ficam próximos a essas paredes, a solução é afastá-los nos dias mais frios, o que reduz muito a sensação térmica gelada”, orienta.

 

Divulgação Grupo A. Yoshii

 

4ª – Aposte em tapetes e cortinas

Itens de decoração simples podem fazer muita diferença nessas horas. A profissional ressalta que “usar cortinas pesadas, por exemplo, ajuda a vedar o frio que vem de fora. Além disso, os tapetes são importantes aliados para se ter uma casa quentinha e evitar o contato com o piso frio. Almofadas e tecidos como suede e veludo em sofás e cadeiras também podem aquecer os ambientes. Mantas de tricô, tecidos como linho e peles ecológicas são outras boas apostas”, diz.

5ª – Cozinhe mais em casa

Por último, e não menos importante: cozinhe em casa! “Aproveite os dias frios para ficar mais com a família e pôr em prática receitas que agradam a todos. Se elas utilizarem o forno, melhor ainda! Forno ligado aumenta a temperatura do ambiente! Mas atenção! Use apenas para cozinhar e evite longos períodos para não acontecer acidentes. Com dias mais frios e mais tempo em casa, confira se você tem itens que podem ser doados, como cobertores e agasalhos. Vai aquecer o seu coração!”, finaliza.