Beer sommelier explica termos do universo cervejeiro

  • 10 de outubro de 2020
  • 0
  • 2 Views
Compartilhe:

Quando se fala em cerveja, diversas dúvidas costumam surgir, que vão desde os significados de algumas siglas que são estampadas nos rótulos ou, até mesmo, qual a função da espuma. O Brasil segue sendo um dos países que mais consome cerveja no mundo todo. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Cerveja, o país tem um consumo anual de 14,1 bilhões de litros, e faturamento de R$107 bilhões.

O beer sommelier da cervejaria Berggren, Robson Vergillio, explica o significado de alguns termos e algumas curiosidades sobre a bebida:

O que é o dry hopping?

O dry hopping é o processo em que há a adição de lúpulo à cerveja durante a etapa de fermentação, com o objetivo de potencializar os aromas.

Os lúpulos são compostos basicamente por dois elementos: as resinas e os óleos essenciais. Ao ferver o lúpulo, aparecem as resinas, que garantem o amargor e o aroma, mas se adicionados muito cedo à fervura, os óleos essenciais evaporam facilmente e perdem características aromáticas. A técnica de adicionar o lúpulo na fermentação garante aromas característicos e fiéis ao insumo escolhido para a receita.

Qual a importância da cor da garrafa de cerveja?⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

As garrafas podem variar da cor âmbar e marrom para preservar o aroma, cor e sabor da cerveja, servindo, assim, como um ‘filtro solar’.

Quando aquecido, o lúpulo presente na receita gera iso-alfa-ácidos, que são um dos responsáveis pelo amargor, mas quando presente em excesso, pode deixar a bebida com odor e cor desagradáveis.

Qual é o papel do malte?

O malte é qualquer cereal (grão) que passa pelo processo de malteação. Na maioria de nossas receitas, usamos o malte de cevada. Malteação é a germinação forçada do grão, onde são umedecidos, germinam e são secos, interrompendo assim a germinação. É o segundo maior ingrediente na receita de uma cerveja sendo responsável pela cor, aroma e sabor.

Qual a importância de uma boa espuma?

Através dela é possível avaliar o aroma, a qualidade, a temperatura e a conservação da bebida. Ela também serve como proteção do líquido evitando a oxidação. A espuma perfeita tem que ser compacta e com bolhas pequenas. Mas não se esqueça: cada estilo tem sua espuma característica, umas mais persistente outras menos. As cervejas mais flats, as sours por exemplo, são do estilo de não reter espuma.