Teatro Iguatemi abre as portas com "Em Nome do Jogo"

  • 14 de março de 2013
  • 0
  • 28 Views
Compartilhe:
Nesta sexta, 15/03, o Teatro Iguatemi Campinas, localizado no Shopping Iguatemi, abre suas portas ao público.

A inauguração acontece com o espetáculo “Em Nome do Jogo”, inédito no Estado de São Paulo e estrelado por Marcos Caruso e Erom Cordeiro, que fica em cartaz nos dias 15, 16 e 17 de março, sexta a domingo. As apresentações acontecem às 21 horas na sexta-feira e no sábado, dias 15 e 16, e às 20 horas no domingo, dia 17. 
Os ingressos para a peça “Em Nome do Jogo” e para as atrações programadas até 14 de abril já estão à venda. A bilheteria funciona de terça-feira a sábado, das 12h às 22h, e domingos das 12h às 20h 
O gerente geral do Iguatemi Campinas, João Colette, explica que trazer uma peça ainda inédita no Estado e de grande prestígio foi uma escolha para abrilhantar ainda mais a inauguração do teatro. “Nada melhor do que iniciarmos nossas apresentações com um grande ator, que é o Marcos Caruso, com uma peça inédita em São Paulo e muito bem avaliada pela crítica. Será um mês com espetáculos para todos os gostos e de diferentes tipos. O público de Campinas e região merecia esse carinho”, afirma.

O espetáculo



Dirigido por Gustavo Paso, o drama policial do inglês Anthony Shaffer foi um dos maiores sucessos de público e crítica da temporada 2012 no Rio de Janeiro. Para o diretor, a peça tem em sua construção dramatúrgica o que há de melhor nos romances de suspense: “A peça é uma sucessão de jogos entre os dois personagens, e o melhor é que nem sempre sabemos quem realmente está realmente dominando e sendo dominado.” 
Trata-se de um espetáculo eletrizante e totalmente inesperado. Andrew Wyke, vivido por Marcos Caruso, é um escritor de romances policiais de enorme sucesso que adora jogos e teatro. Ele convida o amante de sua mulher, Milo Tindolini (Erom Cordeiro), cabeleireiro italiano, sedutor e atraente, para um encontro, aproveitando que sua esposa e amante de Milo, Sra. Marguerite, está viajando, desencadeando uma batalha de gênios com potencialidade para resultados inesperados, pois fazem tudo em nome de um bom jogo. 
A história começa exatamente no momento em que Milo Tindolini entra na casa de Andrew. Andrew Wyke é um homem de grande vaidade e gosta de criar jogos para experimentar suas tramas de suspense e mistério. Para ele a vida é um jogo. A cada instante que a conversa entre os dois vai se desenvolvendo, o público começa a desvendar o real motivo do convite. Andrew não quer mais ficar casado com Marguerite, até porque ele também mantém um romance com outra mulher. Porém, não quer ceder em relação ao divórcio, o que comprometeria metade de seus bens. 
Aproveitando-se que a situação financeira de Milo é frágil e que Marguerite é uma mulher extravagante e de gostos caros, ele convence Milo a executar o plano perfeito: roubar as joias de seu cofre particular, avaliadas pela seguradora em mais de R$ 6 milhões. Os títulos de propriedade, contato com receptador, disfarce para não ser reconhecido pelas câmeras de segurança e finalmente provas de que tudo que se passou naquela noite foi um simples assalto. Assim, Milo ficaria com as joias para repassar ao tal receptador e Andrew receberia o dinheiro do seguro, além de se livrar de sua mulher. 
Acontece que tudo não passa de mais um dos jogos de Andrew Wyke. Logo após o roubo, Andrew surpreende Milo com uma arma, revelando que tudo não passava de uma vingança, pois ainda amava sua mulher e não perderia para um cabeleireiro italiano sem classe. Milo pede em vão para ser poupado, mas acaba executado. Passados três dias, o Detetive Doppler começa a investigar a morte de Milo Tindolini e o jogo começa a tomar outras proporções jamais esperadas. 
Fotos: Divulgação