Espetáculo Os Mamutes acontece no Teatro Liceu

  • 3 de setembro de 2013
  • 0
  • 41 Views
Compartilhe:

Acontece nos dias 07 e 08 de setembro no Teatro Liceu em Campinas, o espetáculo Os Mamutes. O texto da peça é de Jô Bilac e direção de Inez Viana.

A montagem traz no elenco Débora Lamm/Carolina Pismel, Ricardo Souzedo, Diogo Camargos, Luiz Antonio Fortes, Jefferson Shroeder, Iano Salomão, Zé Wendell, Junior Dantas e Juliane Bodini/Cristina Flores.

O espetáculo ganhou vários prêmios e possui patrocínio do Ministério da Cultura e também da Petrobrás, podendo, portanto, oferecer preços populares.

Sobre o espetáculo

Isadora, menina perversa e extremamente inteligente, está trancada em seu quarto e escreve a história de Leon – um rapaz honesto, vinte e poucos anos, criado pela avó através dos valores cristãos – que precisa de um emprego para sustentá-los. Com isso, tenta uma vaga de fritador de hambúrgueres na Mamute’s Food, um fast food que vende hambúrguer de carne humana.

2091092002x

Para conseguir a vaga, ele precisa matar um mamute – um ser humano sem valores morais. Esse dilema o persegue e ele se vê diante de uma encruzilhada: matar um ser humano, por pior que ele seja, e carregar essa culpa, ou entrar para o sistema e se tornar também um mamute? Dor! Desespero! Pavor! Eis o primeiro passo para a degradação da alma humana. Mas, em meio ao desespero, eis que surge Squel, o amor de sua vida. Com muita ironia, a peça surpreende ao passar pelos variados questionamentos e dúvidas relativos ao humano.

Justificativa

“Um homem não pode abrir mão da sua palavra, do contrário não é um homem, é um Mamute!”

Num momento tão conturbado em que a própria ordem mundial é posta em cheque, em que os valores morais são corrompidos, é chegada à hora de reavaliarmos nossa importância ideológica e cultural.

O texto de Os Mamutes foi escrito por Jô Bilac aos 18 anos e, segundo declaração dele, tratou-se de um delírio juvenil. Delírio esse cujo tema é atual a sociedade, um dilema entre seguir as regras de um sistema imoral para assim ser aceito por ele ou, escolher por seus valores éticos e ser negado por um grupo. Com muita ironia, a peça surpreende ao passar pelos variados questionamentos e dúvidas relativos ao humano.

“Os Mamutes surgiu de um sonho que eu tive. Talvez como resultado de imagens gravadas em meu inconsciente, imagens essas que vem como desenhos obscuros e a principio sem nexo. Daí foi juntar essas imagens e buscar uma linha de raciocínio coerente, ou não, para que eu pudesse contar essa história. Os Mamutes nada mais é que esse sonho traduzido em linhas nebulosas, apenas. O espelho de Alice. A deformidade. Não sei ainda das proporções desse sonho, por enquanto me limito pura e simplesmente a escrevê-lo”, diz Jô Bilac.

4553555

O espetáculo quer mostrar os pontos coincidentes entre realidade e ficção e, depositar toda nossa esperança num Brasil voltado para seu crescimento, não só tecnológico, mas educativo, para a valorização da cultura brasileira, buscando na nossa origem, nossas respostas e caminhos ao Brasil do séc. XXI.

O elenco desfila personagens surpreendentes, que vão passando no caminho de Leon (Diogo Camargos): o Capitão Man (Ricardo Souzedo); Isadora Faca no Peito (Débora Lamm/Carolina Pismel) , os gêmeos siameses (Zé Wendell e Junior Dantas); Frenesi – a prostituta revolucionária (Carolina Pismel); Squel – a jovem suicida (Luiz Antonio Fortes); o casal apaixonado que se mata (Juliane Bodini e Iano Salomão); Lola Blair – o transformista militante ( Jefferson Shroeder) e Shiva Moon – a apresentadora de programa infantil (Inez Viana / Cristina Flores).

“A busca de uma identidade brasileira a partir de referências da cultura universal faz OMONDÉ usar elementos que simbolizem e traduzem a cena. Com Os Mamutes não foi diferente. Para contar essa história de humor ácido e fina ironia, nos inspiramos nos circos e danças populares (cia Grial), nas danças contemporâneas (Dimitris Papaioannous e Anjelin Prejolcaj), nos filmes de Junet, Heitor Dalia e Kurosawa”, diz Inez Viana.

4335766

O espetáculo tem classificação de 16 anos e acontece no sábado, às 21h e no domingo, às 19h, com os valores de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Venda de ingressos pelo site www.ingressorapido.com.br, pelo telefone 4003-1212 ou na bilheteria do teatro.

Pagam meia entrada estudantes, professores, aposentados, pais, alunos e funcionários do Liceu e Unisal. Desconto de 50% na compra de até dois ingressos (no valor da inteira) para portadores do cartão Petrobrás.

Fotos: Guga Melgar