O El Travía Campinas realizou, no último dia 24/11, uma almoço especial para imprensa e formadores de opinião.

Durante a ocisão, os convidados puderam saborear as delícias da casa e saber mais sobre a sua história, ao lado dos sócios-proprietários.

A vontade de compartilhar momentos prazerosos com os amigos e de saborear o “asado”, típico churrasco uruguaio no Brasil, fez com que uma família uruguaia estabelecida em São Paulo abrisse em 1997 a primeira unidade do El Tranvía. Localizado em uma pequena casa de vila no bairro Santa Cecília, o cantinho dos amigos e da família começou modesto, com apenas 26 lugares e oito funcionários.

 
 

DSC05484
 
 

CAM01437
 
 

DSC05472
 
 

DSC05474
 
 

DSC05496
 
 

DSC05497
 
 


 
 

O sabor da boa carne, aliado à hospitalidade dos uruguaios, começou a chamar a atenção, e, em poucos anos, a pequena vila foi sendo tomada pelo El Tranvía, que incorporou casas vizinhas, construiu espaços, pátios e hoje é referência para atender seus clientes com primazia. Tudo sem perder a característica e o bom gosto da família que faz questão de manter as tradições da cozinha uruguaia, com cortes 100% importados do país vizinho, aliando duas paixões: o prazer de uma boa refeição e a excelência no atendimento.

 
 

et2
 
 

DSC05487
 
 

DSC05488
 
 

O que começou como hobby tomou grandes proporções. Hoje o El Tranvía tem quatro casas: São Paulo, Alphaville (batizada de El Uruguayo), Campinas (shopping Iguatemi) e a mais recente delas na cidade de Sorocaba (shopping Iguatemi Esplanada).

 
 

et5
 
 

O nome El Tranvía em português significa “O Bonde”, símbolo da marca. Antigamente, nas épocas de glamour do Rio de la Plata, quando o Uruguai era considerado a “Suiza” da América, o bonde era o principal meio de transporte. Esse nome foi uma forma de resgatar saudosas lembranças, caraterística marcante no povo uruguaio.

O Uruguai pode ser sentido em cada cantinho das casas também pela decoração, que tem como um dos grandes atrativos obras de importantes artistas uruguaios.

O grande atrativo dos restaurantes com certeza é a carne, mas o grupo fez questão de ir além e de reproduzir em todas as casas a ideia inicial de aconchego e sofisticação. A preocupação é vista em cada detalhe arquitetônico, decorativo e no atendimento oferecido aos clientes. A intenção é que os mesmos o sintam como uma continuação das suas próprias moradias.

 
 

DSC05494
 
 

DSC05480
 
 

O almoço de imprensa teve um menu especial e muito saboroso, começando pelo couvert com cesta de pães diversos, manteiga, patê e azeitonas, passando pelas mini-empanadas de carne e mini-linguiças ao molho de vinho tinto. Na sequência, foram servidos o mix de chorizo (linguiça) e provoleta (queijo provolone grelhado com orégano) e o matambrito (corte suíno grelhado).

Tradicional no Uruguai e único no Brasil, o Matambrito suíno tem encantado os clientes do El Tranvía. Servido como entrada, o corte exclusivo e fino é ideal para petiscar tomando uma cerveja bem gelada. A casa tem sua própria produção de chorizo, que trata-se de linguiça feita com carne bovina e suína, suavemente temperada e que segue a mais tradicional receita uruguaia.

 
 

DSC05475
 
 

DSC05473
 
 

DSC05477
 
 

DSC05478
 
 

O primeiro prato servido foi a a Ensalada Araminda e, como prato principal, os convidado podia optar entre o Bife Uruguayo ou o Galeto Grelhado, acompanhados das tradicionais papas soufle, farofa e cebola grelhada. As duas opções foram muito elogiadas e as papas soufle aguçaram a curiosidade dos presentes sobre a sua forma de preparo.

 
 

DSC05483
 
 

DSC05479
 
 

DSC05503
 
 

DSC05505
 
 

DSC05507
 
 
A carne uruguaia
 
 

Segundo o diretor do El Tranvía, a preocupação do grupo com a carne começa pelo menos três anos antes de chegar à mesa.

“Nossas carnes são 100% importadas do Uruguai, de uma propriedade situada à beira do Lago do Rincón Del Bonete no Rio Negro, no Departamento (Estado) de Durazno. Cuidamos do animal desde que ele é bezerro até a hora do abate. É uma carne especial, que leva o nosso selo e tem o nosso padrão de qualidade. A raça escolhida foi a aberdeen angus, de origem escocesa. Essa raça, que teve uma excelente adaptação em terras uruguaias, é uma das mais antigas do mundo. Devido à geografia plana do país e à alimentação preferencialmente natural, o animal do Uruguai tem uma carne mais macia e textura diferente do que as encontradas no mercado brasileiro”, explica.

Mihaly conta ainda que mesmo depois do abate, a busca pela carne ideal continua. “O frigorífico Sarubbi, um dos mais importantes do Uruguai, ainda faz a pré-seleção do marmorizado da carne, a medição do PH, que tem que ser ideal. Só depois disso, a carne é maturada, embalada com o selo El Tranvía e transportada para o Brasil”, detalha.

Para fazer o churrasco, ou o “asado”, como é chamado pelos os uruguaios, a receita também é bem diferente da brasileira. A carne é temperada apenas com sal refinado e assada na brasa da lenha nas tradicionais parrillas uruguaias. “Nada de sal grosso e carvão. Esse é o nosso segredo e receita para um churrasco saboroso, suculento e saudável”, ensina.

 
 

et3
 
 

DSC05511
 
 

DSC05512
 
 

Dentre as carnes que merecem destaque no El Tranvía está o asado de tira, que é a famosa costela. Na versão uruguaia, ela recebe o corte transversal em ripas e fica apenas 10 minutos na parrilla. “Por si só é uma carne mais macia do que as costelas tradicionais do Brasil”, garante. Outro sucesso da casa é o já mencionado Bife Uruguaio, que consiste no corte mais nobre do ancho e agrada a todos os paladares.

 
 

DSC05501
 
 

Como acompanhamentos, várias opções chamam a atenção e prometem atender todo tipo de paladar. Mas os destaques ficam com as várias receitas de Papas (batatas), que são as favoritas no Uruguai, e com a Parrilla de Vegetales, um mix de vegetais assados à lenha e que além de deliciosos, encantam pelo colorido.

 
 

Dulce de Leche

 
 

O doce de leite, o mais tradicional do Uruguai, também é importado para trazer aos brasileiros receitas típicas e irresistíveis. Panqueca de Doce de Leite é uma panqueca de massa fina recheada generosamente com doce de leite e servida com sorvete, que os convidados puderam degustar durante o almoço.

 
 

DSC05510
 
 

et4
 
 

Outra opção é a Torta Alfajor, tradicional torta uruguaia com discos de massa crocante intercalados com doce de leite uruguaio, coberta com marshmallow e raspas de chocolate meio amargo.

O El Tranvía destaca ainda outra sobremesa uruguaia tradicional muito especial: o Chajá (nome de uma ave do Uruguai), composta por chantilly, suspiro e pêssego.

 
 

Vinho próprio

 
 

A busca pela identidade própria do El Tranvía não parou na comida. O grupo dispõe de três rótulos especiais desenvolvidos pela vinícola Pisano, uma das mais tradicionais daquele país: La Tregua, La Tregua Reserva e Juan Fontana Reserva Especial.

 
 

El Tranvía Campinas

 
 

Em Campinas, o “El Tranvía” foi inaugurado em 30 de julho de 2013, no Iguatemi Campinas, e foi a primeira unidade do grupo a se instalar em um shopping.

Com decoração clássica, a casa dispõe da tradicional parrilla à lenha, dois salões principais, varanda, bar e área VIP, ideal para reuniões e encontros reservados com a família.

O bar, em estilo inglês, é inspirado no Mercado del Puerto de Montevidéu. Tem uma réplica de seu famoso relógio e é perfeito para apreciação de entradas, drinks e cervejas importadas.

 
 

et1
 
 

Em meio a um de seus salões está instalada uma “gaiola” de metal, inspirada no Rosedal do Jardim Botânico de Montevidéu. E para levar seus clientes ainda mais para o clima uruguaio, assim como as demais unidades, as paredes do restaurante são decoradas com obras de importantes artistas daquele país.

 

O El Tranvía Campinas localiza-se no 3º piso do Iguatemi Campinas

Horário: De segunda a quarta-feira das 11h30 às 23h30; de quinta a sábado das 11h30 à meia noite e aos domingos das 11h30 às 23h

F: (19) 3294-1345

 
 
 
Fotos: Em Destaque Na Cidade e divulgação