Letícia Zuppi

A atriz Denise Fraga participou, na última quinta-feira, 15/03, de uma entrevista coletiva no Theatro Municipal de Paulínia. A artista, que apresenta a sua peça – “Sem Pensar” – na cidade neste sábado e domingo (17 e 18/03), conversou com os jornalistas sobre o espetáculo.

Denise Fraga durante coletiva de imprensa em Paulínia

“Sem Pensar” marca a estreia de Luiz Villaça – marido de Denise Fraga – como diretor teatral. O espetáculo é vencedor do Prêmio Contigo! De Teatro, como Melhor Espetáculo de Comédia pelo Voto Popular, além das indicações nas categorias Melhor Atriz (Denise Fraga), Melhor Cenografia (Valdy Lopes Jn) e Melhor Direção.

A peça – uma comédia dramática – foi escrita pela jovem autora inglesa Anya Reiss e traz ainda no elenco Kiko Marques, Julia Novaes, Kauê Telloli, Virgínia Buckowski, Isabel Wolfenson, Verônica Sarno e Paula Ravache.

A personagem de Denise Fraga é Vicky, casada com Nick (personagem de Kiko Marques), que são pais de Delilah, uma menina de quase 13 anos. “Vicky é engraçada de tão mal humorada”, diz Denise. “Para compô-la, me inspirei em uma tia”, confessa, rindo.

Denise vive Vicky, uma mulher mal humorada, em crise conjugal

O primeiro amor de Delilah (Julia Novaes) será Daniel (Kauê Telloli), um jovem muito mais velho, que aluga um quarto na casa da família. Envoltos em um casamento em crise, seus pais não percebem o que acontece com a filha adolescente, descobrindo sua sexualidade. Por outro lado, há o drama do rapaz, dividido entre o desejo e a moral. A situação torna-se mais complicada com a chegada de Carol (Virgínia Buckowski), namorada de Daniel.

Os personagens Nick, Vicky, Delilah e Daniel

No espetáculo, além da atriz Julia Novaes – de 24 anos – há ainda outras três atrizes em similar faixa etária, que vivem as suas amigas – Isabel Wolfenson, Verônica Sarno e Paula Ravache. Antes de integrarem o elenco de “Sem Pensar”, todas estiveram entre as mais de 40 meninas que realizaram testes para a peça. “Fiquei impressionada com o talento desta nova geração. As atrizes da peça já são mais velhas, porém interpretam meninas de 12, 13 anos. Em cena, o que se vê são realmente adolescentes”, diz Denise Fraga.

Segundo a atriz, o espetáculo é uma oportunidade para rir e se emocionar com a comédia estabelecida sobre um drama familiar. “A peça é uma boa facada no coração. Fala sobre a estrutura familiar, coisas corriqueiras, o cotidiano. Reflete-se sobre como às vezes tratamos mal quem mais amamos e temos vícios de relação, como o casal que provoca uma briga sem uma razão maior, mas porque realmente isto tornou-se um vício”, comenta Denise.

“A peça nos leva a refletir sobre como temos vícios de relação”, diz Denise
Segundo Denise Fraga, o espetáculo  levará o público à reflexão, a repensar certas atitudes e comportamentos. “É bonito ver as pessoas rindo de si mesmas. O humor é um veículo muito importante para a reflexão. Quando você ri, você mostra que compreendeu, já que ninguém ri de uma piada que não entendeu”, diz.

A peça conta com um cenário de cinco toneladas, que reproduz uma casa de dois andares sem paredes. “O fato da casa não ter paredes acentua a cegueira cotidiana presente na história”, diz Denise. Além da grande estrutura do cenário, a peça é bastante realista e conta com muitos objetos de cena. “Fazemos café no palco, comemos, abre-se a geladeira, a luz se acende, corta-se o queijo, é tudo bem real”, conta a artista.
Cenário de Sem Pensar: 5 toneladas

Como o fazer teatral exige muita disciplina, concentração e repetições, Denise Fraga diz que muitas pessoas a questionam sobre as dificuldades deste trabalho. “Toda sexta-feira passamos a peça inteira. Sempre me perguntam se não me canso. Eu adoro ensaiar! É a repetição que faz você se aprofundar. É preciso ter precisão para ter liberdade, para poder criar, voar”, diz.

Para Denise,  a autora Anya Reiss – que escreveu a peça com apenas 17 anos – soube retratar muito bem o drama familiar que todos vivem. “Anya foi muito madura para olhar as coisas de fora. Na história, não usa a adolescente como heroína e sim a coloca humanamente. A peça tem um grau de identificação que atinge a todos”, conclui a atriz.
“Sem Pensar” pode ser assistida no sábado, às 21h e no domingo, às 19h. O Theatro Municipal de Paulínia localiza-se à Av. José Lozano de Araújo, 1.551 – Pq. Brasil 500. F: (19) 3933-2140 / (19) 3874-2680.

Segundo Denise Fraga, no fazer teatral, repetição gera liberdade 

Denise Fraga posa para fotos
Fotos: Letícia Zuppi e divulgação (João Caldas e Willy Biondani)

Deixe uma resposta