O Ciesp-Campinas e a Facamp realizaram sua última coletiva de 2013, no dia 03/12. Na ocasião apresentou-se dados de nível de emprego, balança comercial e expectativas de investimentos para 2014 relativos à indústria regional. Como tradicionalmente acontece, após a coletiva, foi realizado almoço de confraternização de final de ano no American Bar do Ciesp-Campinas,  comandado por José Henrique Toledo Correa, com a presença dos jornalistas Vera Graça e Edécio Roncon. O diretor comercial do Café Canecão, Natal Martins, também compareceu ao evento.

 
 

DSC03025
 
 

Pelo Ciesp-Campinas, falaram na coletiva o diretor titular, José Nunes Filho e o diretor do departamento de Comércio Exterior, Anselmo Riso. Representando a Facamp, o economista e professor José Augusto Ruas comentou as pesquisas.

Nunes apontou as dificuldades que a indústria regional viveu em 2013, com o aumento do desemprego e a diminuição nos investimentos para a produção, o que reduzem as expectativas de crescimento econômico do setor em 2014.

 
 

DSC03047
 
 

O nível de emprego na indústria regional no mês de outubro registrou 650 demissões. O saldo do emprego industrial na regional Campinas, no período de janeiro a outubro, aponta 3.550 demissões.

Na coletiva, o diretor do Ciesp-Campinas frisou a necessidade de investimentos em obras de infraestrutura para alavancar o crescimento econômico. Sobre a expansão do aeroporto de Viracopos, Nunes alertou sobre a necessidade imediata de uma ampliação viária no seu entorno, para que o deslocamento até Viracopos não seja comprometido.

 
 

DSC03052
 
 

Com relação a balança da indústria regional, o diretor Anselmo Riso afirmou que o saldo das importações e exportações deve se manter negativo nos próximos meses. O déficit ficou em torno de US$ 6,8 bilhões, no período de janeiro a outubro deste ano. A expectativa é que esse déficit, no saldo comercial da indústria regional pelo menos se mantenha nesse patamar, explicou Riso.

 
 

DSC03024
 
 

O economista e professor da Facamp, José Augusto Ruas, comentou a pesquisa sondagem industrial, que apontou aspectos positivos com relação a possibilidade de investimentos e também outros indicadores avaliados mensalmente.

 
 

DSC03065
 
 

Brasil
 
 

O cenário econômico atual do Brasil influencia fortemente as principais questões abordadas na coletiva para a região de Campinas, segundo os participantes.  ”Temos uma política espasmódica e pontual, não há uma política a longo prazo. Tudo no país é burocratizado e demorado. A Região Metropolitana de Campinas é maravilhosa, porém é atingida pelos problemas do Brasil, que esmaga a RMC”, disse Nunes.

Ele lembrou que, para o sucesso da região e do país, seriam necessários a diminuição da burocracia, da alta taxa de juros, dos gastos públicos e da dívida pública. “Seria necessário também investimentos em infraestrutura de portos, aeroportos, estradas e ferrovias. Da porta da fábrica para dentro, os empresários fazem tudo o que podem e está tudo dando certo, nossas indústrias são modernas e inovadoras. Porém é preciso resolver o problema estrutural da economia brasileira”, explicou.

 
 

DSC03049
 
 

Para 2014, sendo ano eleitoral e de Copa do Mundo, os especialistas acreditam que o panorama também não será bom, já que todas a atenções estarão voltadas para estes eventos. “Sabemos que algumas empresas não investirão em 2014 por ser um ano diferenciado”, comentou Nunes.

 
 

DSC03034
 
 

Comparativos de investimentos das empresas associadas ao Ciesp-Campinas – previsão para 2014:
 
 

.Para 2014, a previsão de investimentos das indústrias associadas ao Ciesp-Campinas é de R$ 90 milhões.

.Em 2013, a previsão das indústrias associadas foi de R$ 97,7 milhões e ainda não foi confirmado se esse investimento foi efetivado.

.Em 2012, os investimentos das indústrias associadas ao Ciesp-Campinas foram de R$ 93,2 milhões. A previsão de investimentos das indústrias associadas era de R$ 112 milhões.

. Em 2011, os investimentos das indústrias associadas ao Ciesp-Campinas foram de R$ 112 milhões.

. Em 2010, investimentos de R$ 45,6 milhões.

. Em 2009, investimentos de R$ 79,66 milhões.

. Em 2008, investimentos de R$ 430,48 milhões.

. Em 2007, investimentos de R$ 143,80 milhões

. Em 2006 – investimentos de R$ 91,56 milhões.

. Em 2005 – investimentos de R$ 168,53 milhões.

. Em 2004 – investimentos de R$ 142,90 milhões.
 
 

Fonte: Ciesp-Campinas
 
 

Confira mais fotos:

 
 
DSC03023
 
 

DSC03039
 
 

DSC03040
 
 

DSC03050
 
 

DSC03055
 
 

DSC03063
 
 

DSC03069
 
 

DSC03073
 
 

DSC03074
 
 

DSC03075
 
 

DSC03076
 
 

DSC03078
 
 

Fotos: Letícia Zuppi