Aqueles que não puderam assistir a primeira récita da cortina lírica de “A Noite do Castello”, de Carlos Gomes, terão a chance de ver esse trabalho neste domingo, 09/10, às 17 horas, no teatro do Centro de Convivência, em Campinas.

O maestro Hermes Coelho volta a reger o grupo de solistas, orquestra e os corais “Collegium Vocale” e Ars Musicalis, preparados pelo regente Akira Kawamoto. Trata-se da segunda récita dessa esforçada iniciativa da ABAL Campinas, que recebeu o apoio da Secretaria Municipal de Cultura para concretizar o evento. Montada para encerrar o Mês de Carlos Gomes, a primeira apresentação se realizou em 28 de setembro no mesmo teatro, com presença de grande número de entusiastas da música do imortal Tonico de Campinas.
Contando com a orientação cênica de Jonas Lemos, seis solistas líricos desempenham os papéis principais nessa ópera baseada no libreto de Antônio José Fernandes, e que lançou o jovem Carlos Gomes como compositor no Rio de Janeiro. Estão no elenco o barítono Sebastião Teixeira (Conde Orlando, pai de Leonor), soprano Pergy Grassi (Leonor), tenor Christian Dayner (Henrique, noivo prometido de Leonor, que se supõe morto na Terra Santa), tenor Nunno Dellalio (Fernando, noivo de Leonor), barítono José Luiz Águedo-Silva (Raymundo, um velho andarilho) e a mezzosoprano Karine Martimbianco (Ignez, mãe de Leonor).
A Orquestra Cia. de Ópera “Carlos Gomes” de Campinas, formada para esta montagem, tem a intenção de encenar, de forma completa, com cenários e figurinos, a ópera “A Noite do Castello” em 2012. O objetivo é preencher a lacuna existente nessa área musical, em Campinas e região, resgatando as óperas de Carlos Gomes, além de outras. O maestro Hermes Coelho, curador e diretor artístico do Festival de Música Sacra de Campinas, é o idealizador do projeto.
A entrada para o evento é franca.

Imagem: Divulgação